sábado, outubro 16, 2021
22.3 C
Rio Branco
sábado 16 outubro 2021

Prefeitura e Governo alinham ações para potencializar combate às queimadas ilegais

POR

Este ano, a situação de pandemia do novo coronavírus pode ser um agravamento caso as pessoas promovam queimadas ilegais. Em videoconferência realizada no início da tarde desta quarta-feira, 13, a Prefeitura de Rio Branco e o Governo do Estado alinharam ações de combate às queimadas urbanas e rurais na capital acreana. A reunião foi coordenada pelo chefe da Casa Civil do Estado, Ribamar Trindade.

“Essa reunião é importante para o estreitamento das ações nesse combate as queimadas urbanas e rurais. Todos os anos combatemos as queimadas, mas esse ano precisamos redobrar os cuidados por conta da pandemia do coronavírus. Atendendo determinação da prefeita Socorro Neri, em abril iniciamos as ações do Plano de Enfrentamento às Queimadas Urbanas e a tolerância para infração é zero”, explicou o secretário municipal de Meio Ambiente Municipal, Aberson Carvalho.

Também presente na reunião, o coordenador da Defesa Civil de Rio Branco, coronel George Santos, falou sobre o trabalho integrado realizado na capital. “As ações precisam ser integradas independente das proporções, uma vez que a covid-19 potencializa danos e prejuízos que surgem no perídio de estiagem, onde apenas 24% das chuvas acontecem de maio a outubro”, ressaltou o coordenador.

Cooperação técnica

O chefe da Casa Civil do Estado, Ribamar Trindade, acordou com os presentes uma segunda reunião para elaboração de um termo de cooperação técnica a ser estudado e celebrado entre a Prefeitura Municipal de Rio Branco, Governo do Acre e Governo Federal, para potencializar o enfrentamento às queimadas ilegais.

A reunião também contou com a participação do secretário estadual de Meio Ambiente (Sema), Israel Milani, do subcomandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar (CBMAC) coronel Charles Santos, do comandante do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), major Kleison Oliveira de Albuquerque, procurador-chefe da Procuradoria de Meio Ambiente, Érico Maurício Pires Barboza, presidente do Instituto de Meio Ambiente e Mudanças Climáticas do Acre (Imac), André Hassem e representantes da Sema, entre as quais, a diretora executiva da Sema, Vera Reis.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img