sábado, outubro 16, 2021
22.3 C
Rio Branco
sábado 16 outubro 2021

Gladson rebate fala de Bolsonaro sobre Covid-19: “Aqui cumpro as regras da OMS”

POR

O governador do Acre, Gladson Cameli, comentou nesta quarta-feira (29) a fala do presidente Jair Bolsonaro de que a culpa das mortes por Covid-19 no Brasil deve ser cobrada dos governadores e prefeitos do país.

Bolsonaro deu as declarações na saída da residência oficial do Palácio da Alvorada um dia após receber duras críticas por ter respondido “E daí?” ao ser perguntado por jornalistas sobre o fato de o número de mortes por covid-19 no Brasil ter superado o registrado na China, onde a doença surgiu.

O Brasil tem mais de 5,4 mil mortes pela doença até esta quarta (29). No Acre, o número de vítimas fatais subiu de 16 para 18 também nesta quarta. Já o número de infectados passa de 350.

Sobre o posicionamento do presidente, Cameli disse que tem seguido as regras e recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) para reduzir a proliferação da doença no estado acreano.

“É a opinião dele, aqui no Acre estou cumprindo o mesmo que a Organização Mundial de Saúde, que adotou algumas regras e tenho seguido. Graças a Deus que tomei as decisões no momento certo, senão a situação estaria pior. Por mim, nossas decisões são tomadas pelo o que a OMS tem dito”, destacou.

Logo após a confirmação dos três primeiros casos de Covid-19 no Acre, no dia 17 de março, o governo determinou a suspensão das aulas, atividades comerciais, serviço público e outras atividades não essenciais como medidas de combate ao novo coronavírus.

Além disso, foi determinado o uso de máscara em ambientes públicos e privados, saídas apenas em casos necessários e uma pessoa da família, distanciamento de até dois metros entre as pessoas, entre outras ações.

Com informações do G1

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img