Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Cameli explica novas medidas adotadas pelo governo no enfrentamento à Covid-19

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Durante entrevista concedida para duas emissoras locais de televisão, nesta terça-feira, 21, o governador do estado do Acre, Gladson Cameli, explicou as ações realizadas para conter o avanço da pandemia de Covid-19. Fez ainda o anúncio de novas medidas, como o reconhecimento aos profissionais que atuam diretamente no enfrentamento à pandemia e providências que beneficiem a população prejudicada pela baixa na economia.

Na área da Saúde, o gestor explicou que o Estado vem ampliando o número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), reforço na compra de medicamentos e equipamentos hospitalares. “Estamos trabalhando para equipar nossos hospitais no pior cenário que nos foi apresentado. Vamos montar dois hospitais de campanha: um em Rio Branco, ao lado do Into, e outro em Cruzeiro do Sul, no Hospital do Juruá”, afirmou.

O governador Gladson Cameli também autorizou o aumento da gratificação de insalubridade para mais de 3,5 mil profissionais que atuam na linha de frente do combate ao novo coronavírus. O projeto de lei já foi encaminhado para votação na Assembleia Legislativa. “Neste primeiro momento, os servidores da Saúde serão os primeiros contemplados. Gostaria de dizer que as outras categorias também serão beneficiadas, tudo vai depender da situação financeira do Estado”, argumentou.

O chefe do Executivo falou ainda da solicitação feita aos ministros da Educação, Abraham Weintraub; da Saúde, Nelson Teich; e para a presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM-AC), Leuda Davalos, para a liberação temporária de médicos brasileiros formados em instituições de ensino estrangeiras que ainda não passaram pelo Revalida.

Questionado sobre a quantidade de profissionais que seriam contratados para o Acre, Gladson revelou que a intenção é contratar o maior número de médicos para atuarem no enfrentamento à pandemia, mas tudo vai depender da situação financeira do Estado.

“Somente na região do Juruá, tenho o conhecimento de 30 profissionais formados em Cuba que ainda não estão trabalhando porque ainda não fizeram o exame do Revalida. Não podemos perder esses médicos para a burocracia. Por isso, estou pedindo essa flexibilização para que possamos ter mais condições de atender nossa população e salvar vidas”, explicou.

Gladson confirmou que mais leitos de UTIs chegarão nos próximos dias, assim como 4 toneladas de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e doação de álcool em gel, por parte de uma cervejaria, para o uso dos profissionais na rede hospitalar. Cameli deixou claro que não medirá esforços para que mais insumos cheguem ao Acre. “Estou colocando meu próprio avião para buscar o que for preciso, assim como solicitei o apoio da Força Aérea. O Estado também está disposto, se for preciso, a alugar aeronaves para ir onde for preciso em busca de equipamentos e materiais”, enfatizou.

Na parte econômica, o governador admitiu compreender a dificuldade enfrentada pelo comércio local, mas que a principal prioridade do momento é salvar vidas. Gladson citou a prorrogação do decreto governamental até o próximo dia 4 de maio, mas revelou que as medidas podem ser flexibilizadas de acordo com a confirmação de novos casos e mortes provocados pelo coronavírus.

O governo acreano também tem levado assistência social para famílias de baixa renda. Além da distribuição de milhares de cestas básicas para famílias de estudantes da rede pública cadastradas no programa Bolsa Família, outra medida anunciada pelo governador Gladson Cameli diz respeito a isenção da cobrança do ICMS na conta de energia elétrica e proibição do corte no fornecimento de água tratada.

“A minha maior preocupação é com as pessoas. Por isso, o governo está seguindo todas as orientações da OMS [Organização Mundial da Saúde], e salvar vidas é a nossa principal prioridade. Se tomarmos todos os cuidados, eu tenho certeza que o coronavírus vai passar e a vida vai continuar”, concluiu.

Secom

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas