Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Útilmas notícias

Governo garante retorno de estudantes acreanos que estão na Bolívia

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Cerca de 80 estudantes que residem na Bolívia poderão retornar às suas residências no Acre. A ação será possível graças à iniciativa do governo em atender ao pedido do deputado federal Alan Rick e também à parceria com a Universidade Federal do Acre (Ufac) e Instituto Federal do Acre (Ifac).

Dois ônibus cedidos pelo Ifac e Ufac partirão nesta sexta-feira, 10, com destino a Corumbá – Mato Grosso do Sul, para buscar 42 estudantes que sairão da cidade de Cochabamba e 42 de Santa Cruz de la Sierra, ambas na Bolívia.

Após ouvir os estudantes, o deputado federal Alan Rick conversou com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e com o consulado do Brasil na Bolívia e pediu para que o Governo do Estado do Acre viabilizasse essa transferência.

Sensibilizado com a situação dos estudantes e de suas famílias, o governador Gladson Cameli articulou para que o retorno dos estudantes fosse o mais breve possível.

“Sei que é um momento muito difícil que estamos enfrentando, e por isso não poderia deixar de atender o pedido dessas famílias. Autorizei que o Estado custeasse o retorno desses estudantes para suas casas”, enfatiza Gladson Cameli.

O Governo do Estado do Acre está arcando com os custos com os motoristas, abastecimento dos ônibus e manutenção dos veículos. Além disso, a Polícia Militar enviará dois policiais para dar suporte aos ônibus.

“Sei das dificuldades financeiras enfrentadas por muitos deles, principalmente para conseguir esse retorno, então me prontifiquei para que os estudantes acreanos pudessem vir da fronteira no Mato Grosso do Sul até o Acre sem custos com transporte para eles ou seus familiares”, expõe o governador.

Dificuldades dos estudantes

“Desde o começo da pandemia, temos recebido dezenas de pedido de ajuda de repatriações, uma vez que na Bolívia a quarentena é mais rigorosa e eles enfrentavam várias dificuldades”, explicou o deputado federal Alan Rick.

Dentre os problemas enfrentados pelos estudantes, estão a dificuldade para fazer o câmbio e trocar o real pela moeda local, além dos problemas de locomoção e dificuldades financeiras.

“Pedi ao Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e seus assessores, a repatriação desses estudantes e também solicitei juntamente ao consulado brasileiro que pudesse contatar o governo boliviano para permitir o transporte desses estudante dentro da Bolívia até a fronteira em Corumbá, Mato Grosso do Sul”, conclui Alan Rick.

Os estudantes serão transportados até a fronteira por empresas bolivianas, de lá seguem nos ônibus das instituições para o retorno ao Acre.

Secom

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas