Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Principal

Desesperada, mãe pede ajuda para trazer modelo que está na Bolívia impedida de voltar ao AC

Redação Folha do Acre

Publicado

on

A professora Maria das Dores Fernandes, natural de Feijó, entrou em contato com a reportagem do ContilNet na manhã desta quinta-feira (9) para falar sobre a crítica situação de sua filha, a modelo Francis Dheinny Barroso, que está em Cochabamba, na Bolívia, trancada dentro de um apartamento com mais três colegas, a espera de uma liberação do consulado boliviano para que volte ao Acre.

Com essa pandemia do coronavírus, que também antigiu o país – cuja força policial atua com mais intensidade nas ruas evitando que pessoas transitem -, a vida de Francis Dheinny “virou um pânico”, como disse a mãe.

“Minha filha está dentro de um apartamento com mais três colegas do interior do Acre, precisando voltar pra casa, já que não podem sair para ir ao banco, pegar dinheiro ou se alimentar. Eles querem voltar pra casa como todos os outros que também quiseram e tiveram essa oportunidade”, explicou.

Maria enfatizou que já buscou a maioria dos parlamentares da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) para que resolvesse a situação.

“Eles precisam ligar no consulado e permitir a saída deles de lá para casa. Eu não quero que o estado banque isso. Eu vou bancar. Eles têm carro lá e só querem a permissão para sair do país e voltarem para casa”, salientou. “Se não morrem de coronavírus, podem morrer de fome”, desabafou a mãe.

Ao final da entrevista, Maria pediu apoio das autoridades locais para entrarem em contato com o consulado boliviano e permitirem a liberação. “Por favor. São mães desesperadas que precisam encontrar os seus filhos. Não queremos que o Estado gaste com isso. Apenas pedimos que libere eles”, finalizou.

ContilNet

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas