Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

‘Emerson Jarude não é santo, ele usa combustível da Câmara em moto que ele nem tem’, dispara Railson

Gina Menezes

Publicado

on

O vereador Railson Correia (Podemos), primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Rio Branco, disparou críticas e duras acusações contra o vereador Emerson Jarude (MDB). Railson afirmou que o emedebista não é o “santo” que tenta parecer ser, que vive de plantar fake news contra os colegas parlamentares e que usou combustível da Câmara de forma indevida, já que justificou o uso como se fosse para uma motocicleta que Jarude sequer possui.

Os ataques de Railson vieram após Jarude ter insistido na apreciação de um Projeto de Lei que visa que recursos dos mandatos sejam usados para o enfrentamento ao Covid-19.

Railson afirma que Jarude legisla de forma traiçoeira, sabendo que o projeto é incostitucional e que o único objetivo do emedebista é comprometer a imagem dos vereadores.

“Ele sabe que o recurso do ano passado já foi comprometido, ele entende muito bem de legislação, mas faz isso por demagogia e para expor os vereadores. O vereador Jarude é desrespeitoso e gosta de expor os colegas plantando fake news de colegas, mas ele não é o santo que quer parecer ser. Ele viaja, leva assessor, usa combustível da casa para uma moto que sequer ele tem”, acusou.

Railson afirmou que Jarude planta notícias falsas e age desleamente com os colegas parlamentares.

“O senhor diz que não veio aqui para fazer amigos e eu entendo, mas o que não se aceita é tanta deslealdade. O senhor segue com seu costume de expor os vereadores”, diz.

Jarude diz que as críticas de Railson se devem ao fato dele ter apresentado projeto de resolução que permite destinar os recursos de mandatos para políticas públicas.

A respeito das acusações, Jarude pediu cópia da ata, especificamente da parte que cita o uso de combustível de forma indevida.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas