Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Útilmas notícias

Covid-19: Governo freta aeronave e recebe mais 42 caixas de insumos para exames

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Jato fretado pelo Governo do Acre aterrissou em Rio Branco na noite desta sexta-feira, 3, trazendo material para exames e equipamentos de proteção

Pelo menos 42 caixas de novos insumos, entre luvas profissionais, enzimas e kits de extração (tubos e paletas de coletas de amostras) para a checagem de novos casos de contaminação por coronavírus chegaram a Rio Branco, na noite desta sexta-feira, 3, em um jato Cessna Citation 3, de médio porte, fretado pelo Governo do Estado do Acre para esta finalidade.

Num esforço pessoal do governador Gladson Cameli, que contou com o apoio do secretário de Saúde, Alysson Bestene, e da secretária-adjunta, Paula Mariano, o voo veio de São Paulo e fez uma escala em Brasília, onde recebeu um segundo lote de material, antes de vir a Rio Branco, aterrissando por volta das 21h15. Conforme o médico Andreas Stocker, diretor do Centro de Infectologia Charles Mérieux, o material, por ser diverso, vai ser usado com a combinação de outros que já existem no laboratório.

“Agora, temos novamente uma condição favorável [para continuar os exames], porque esse material é intercambiável com outros que já temos aqui e muita coisa vai servir de complementação um para o outro”, explica Stocker, que garante que a produção de exames recomeça imediatamente neste sábado, 4.

Desse modo, alguns produtos servirão para muitos meses, enquanto outros serão usados de imediato para dar vazão à demanda reprimida de exames, que está sendo feita por mais de 20 voluntários, todos médicos e biomédicos estudantes de pós-graduação em alguma área da infectologia e de análises laboratoriais.

O Cento Mérieux é a instituição que vem elaborando manualmente o diagnóstico no Acre, desde os primeiros casos, cujos primeiros três positivos foram conhecidos no dia 17 de março. Acompanhado da biomédica Thaís Bestene, Stocker fez questão de ajudar a tripulação da aeronave e técnicos da Saúde a repassar o material para o caminhão frigorífico da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre).

A Sesacre informa, periodicamente, quando os kits para exames da Covid-19 estão em atraso. O problema não é causado pelo Governo do Estado, nem pelo governo federal, mas sim pela irregularidade dos voos que chegam ao Acre. Atualmente, o estado tem dois voos de carreira apenas, e nos finais de semana.

Há mais de duas semanas, um lote de 5 mil itens para exames só foi desembarcado em Rio Branco porque o Ministério da Saúde obteve o apoio de uma aeronave de transporte da Força Aérea Brasileira para a remessa ao Acre.

Governo está empenhado no enfrentamento

O voo desta sexta-feira foi possibilitado graças ao empenho do governador Gladson Cameli, do secretário de Saúde, Alysson Bestene, e da secretária-adjunta de Saúde, Paula Mariano. “A nossa dedicação, os nossos esforços são de todos nós e 24 horas por dia, para que possamos passar por esse momento da melhor forma possível. E esta é uma demonstração de compromisso com a nossa população”, ressalta Alysson Bestene.

“Sucessivos cancelamentos fazem com que os insumos não cheguem em tempo hábil. E o que estamos fazendo, quando não temos voos especiais como o desta sexta-feira, é rastrear esses envios, nos informando da real situação com as empresas contratadas para o transporte”, explica Janaína Mazaro, gerente-técnica do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre.

Os exames são fundamentais para que as pessoas tenham consciência do alastramento da doença e que, por isso mesmo, precisam ficar em isolamento domiciliar como forma mais eficiente neste momento de frear a pandemia.

Ascom

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas