Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Policiais que agrediram entregador de lanche serão investigados pela Corregedoria da PM

Redação Folha do Acre

Publicado

on

Na tarde desta sexta-feira, 3, quando o vídeo foi divulgado por vários sites e em grupos de WhatsApp, a assessoria de comunicação da Polícia Militar emitiu uma nota para explicar o ocorrido.

O vídeo em questão mostra policiais militares agredindo um homem que seria entregador por aplicativo no bairro Sobral. As imagens foram enviadas à corregedoria da instituição para abertura de sindicância.

A abordagem, segundo a PM, não segue os padrões estabelecidos pela instituição e deverá ser investigada usando o rigor da lei.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Acerca de vídeos tornados públicos na manhã desta sexta-feira, 03 de abril, que noticiam agressões a cidadãos acreanos por policiais militares, a Polícia Militar do Acre vem a público, se manifestar:

  1. A Policia Militar do Acre não compactua com qualquer das situações demonstradas nas filmagens em questão; trata-se de fato isolado que não pode ser atribuído de forma generalizada aos demais componentes da nossa respeitável corporação, que na sua maioria é composta por homens e mulheres de honra que estão 24h por dia no combate à criminalidade, servindo e protegendo a sociedade acreana, mesmo com o risco da própria vida.
  2. O trabalho da Polícia Militar do Acre e de cada integrante do nossa valorosa instituição deve sempre ser pautado no cumprimento das leis, princípios, valores e demais regramentos que compõem o ordenamento jurídico pátrio, razão pela qual, no que tange aos fatos demonstrados nos vídeos, já foi determinado à Corregedoria da Polícia Militar a abertura de procedimento para apuração dos fatos, a fim de se buscar a responsabilidade individualizada.
  3. Cabe ressaltar que não há perfeição em nenhuma instituição, composta por seres humanos que estão sujeitos a erros e, nessa esteira, torna-se imperioso relatar que antes mesmo de terminarmos a presente NOTA, recebi o telefonema do CMT da Guarnição que atendeu a ocorrência envolvendo o cidadão que estava numa moto, supostamente realizando entrega, assumindo sua total responsabilidade pelo ato e eximindo de culpa os demais componentes na ação, momento em que me foi relatado que o fato se originou de um acompanhamento a motocicleta, em que o cidadão estava “empinando” a moto e, mesmo advertido a parar, continuou em alta velocidade e manobras perigosas na frente da guarnição. Ao parar a moto e ao efetuar a abordagem, no calor da ocorrência, o militar veio a cometer a agressão, reconhecendo que agiu de forma errada e se colocando a disposição do Comando para responder pelo fato.

A Polícia Militar do Acre, como patrimônio do povo acreano, renova o seu compromisso de servir e proteger, assegurando sempre a transparência e seriedade de nossas ações.

Rio Branco, AC – 03 de abril de 2020.

Ulysses Freitas Pereira de Araújo
Comandante-Geral da PMAC

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas