Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Cotidiano

Estratégia de sucesso: Prefeitura fecha semana vacinando mais de 20 mil pessoas contra a influenza

Redação Folha do Acre

Publicado

on

“Esses números são extraordinários e mostram que a prefeita Socorro Neri agiu certo ao descentralizar a campanha de vacinação deste ano”. Esta afirmação é do secretário municipal de Saúde, Oteniel Almeida, ao comentar o total de 20.280 pessoas vacinadas até a tarde dessa sexta-feira, 17, contra a influenza na capital. Esse número, porém, pode chegar a 25 mil, pois a vacinação continuou durante o sábado.

A descentralização citada por Oteniel se deu através de duas estratégias: a Vacina no Carro, que permite que as pessoas sejam vacinadas sem que precisem sair de seus veículos, e a Vacina em Casa, quando as equipes da Prefeitura visitam os idosos cadastrados no Sistema Municipal de Saúde e nos Centros de Referência em Assistência Social (Cras).

O secretário tem motivos para a comemoração, já que 20 mil pessoas vacinadas em apenas uma semana é número bem-maior que o registrado em qualquer outra campanha já realizada no Acre no mesmo período.

“A procura na primeira semana sempre foi baixa. Alta, somente, nas últimas semanas, nos últimos dias de campanha”, explicou Oteniel. “Essa alta procura mostra, também, que as pessoas apoiam as medidas tomadas pela prefeita Socorro Neri de contenção do coronavírus, especialmente, o isolamento social, que é a medida indicada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelos maiores especialistas do mundo nessa área de epidemiologia”, ressalta.

Para a Vacina no Carro, as pessoas devem se dirigir ao antigo pátio de vistoria do Detran, na avenida Nações Unidas, em frente ao 7º BEC. Para os idosos não-cadastrados no Cras, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) disponibilizou o telefone 3224-4269, onde está sendo feito o agendamento das visitas.

O secretário Oteniel alerta que essa primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação é voltada, exclusivamente, para idosos e profissionais de saúde, que compõem o principal grupo de risco. Os profissionais de saúde estão sendo vacinados nas unidades de saúde, no período da tarde.

Essa fase exclusiva para esse grupo de risco iniciou no dia 23 e segue até o dia 15. A segunda fase tem início no dia 16, vacinando doentes crônicos, professores das redes pública e privada e profissionais das forças de segurança e salvamento, e segue até o dia 08 de maio. No dia 9 de maio, inicia a terceira e última fase. A partir de então, será a vez de vacinar crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes e até 45 dias após o parto, pessoas com deficiência, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

A vacina contra a influenza não tem ação contra o coronavírus, mas evita que os grupos de risco contraiam esse tipo de gripe, mais comum em circulação neste período do ano. Dessa forma, as pessoas terão seus organismos menos debilitado caso venham contrair o coronavírus e desenvolvam a covid-19.

Veja, abaixo, o balanço da semana:

23/03 – Segunda – Feira

Vacina sem sair do carro – 1430 pessoas

Vacinas no domicílio – 500 pessoas

24/03 – Terça – Feira

Vacinas sem sair do carro – 1.100 Pessoas

Vacinas no domicílio – 3.469 pessoas

25/03 – Quarta-feira

Vacinas sem sair do carro – 990 Pessoas

Vacinas no domicílio – 1.531 pessoas

26/03 – Quinta-feira

Vacinas sem sair do carro – 760 Pessoas

Vacinas no domicílio – 5.438 pessoas

27/03 – Sexta-feira

Vacinas sem sair do carro – 560 Pessoas

Vacinas no domicílio – 4.502 pessoas

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas