Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Cotidiano

Promotora ‘condena’ correria aos mercados para estocar comida: “Depois reclamam que os preços sobem”

Redação Folha do Acre

Publicado

on

A promotora de Justiça da Promotoria de Defesa do Consumidor do Ministério Público do Acre (MPE), Alessandra Marques, criticou a atitude dos rio-branquenses que lotaram os supermercados de Rio Branco após a confirmação de três casos de coronavírus na capital acreana, na terça-feira (17).

De acordo com a promotora, a atitude pode fazer com que os preços dos alimentos aumentem de forma absurda por causa do vírus.

“Como fazer para que os preços aumentem imensamente e sem necessidade por conta de um vírus? Basta todos os consumidores correrem aos supermercados e comprarem desesperadamente como se o mundo fosse acabar, fazendo estoque de produtos em casa.

Alessandra diz que depois não adiante reclamar no Procon ou MPE caso os preços das mercadores aumentem nos suspermercados.

“Depois é só ficar reclamando que os preços subiram, que não há mais produtos nas prateleiras, mas que ninguém faz nada! Fica a dica!”, publicou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas