Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

“O vírus mais perigoso no Acre é o da corrupção e violência. Álcool gel não basta”, diz padre

Redação Folha do Acre

Publicado

on

O padre Mássimo Lombardi, da Diocese de Rio Branco, usou as redes sociais na quarta-feira (11) para alertar que o maior problema do Acre não é o espanto causado pelos casos suspeitos de coronavírus, mas, sim, a corrupção e o aumento da violência.

Segundo o religioso, pelo menos até agora o coronavírus não é uma ameaça para os acreanos. O grande mal do estado, segundo o sacerdote, ainda são a violência, por causa da guerra entre facções pelo tráfico de drogas, e a corrupção nos poderes públicos.

“CORONA VÍRUS. Pelo menos, até agora, o vírus mais perigoso no Acre é o da corrupção e da violência. Álcool gel não basta”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas