Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Geral

Unimeta é acusada de retirar estudantes de sala por causa de atraso no pagamento do FIES

Redação Folha do Acre

Publicado

on

A reportagem da Folha do Acre recebeu uma denúncia nesta quinta-feira (5) de que a direção do Centro Universitário Unimeta estaria tratando os estudantes do FIES que estão com as mensalidades atrasadas com falta de respeito.

Segundo a professora Amélia Furtado, mãe da aluna do último ano do curso de ondontologia da Unimeta, Cibeli Furtado, alunos foram obrigados a saírem das salas de aula por causa do atraso no repasse do FIES à instituição de ensino.

Amélia afirma que a Unimeta trata seus alunos com falta de respeito ao ordenar que eles se retirassem da sala de aula sem ao menos questionar se os pais dos estudantes têm condições para arcarem com as mensalidades.

“Dois amigos da minha filha, o Natal e o Weliton, foram retirados da sala de aula. A direção levou uma lista para a sala e citou o nome dos estudantes, incluindo minha filha, que estavam com problema com FIES e disseram que os alunos citados estavam dispensados. Isso é uma tremenda falta de respeito. Eles deveriam ter perguntado a ela se os pais tinham condições de pagar o restante do curso enquanto se resolve a situação”, diz Amélia.

Amélia lamenta que sua filha, que está prestes a se formar, esteja perdendo aula por causa de um problema administrativo entre o governo Federal e a universidade.

“Simplismente eles retiraram os alunos da sala e disseram que os estudantes só voltariam quando a situação estiver resolvida. Se eu soubesse dessa situação minha filha não estaria perdendo aula, porque temos condições de pagar o curso dela. Não é certo uma pessoa estudar 4 anos e perder o último ano por problemas com o FIES”, diz.

Amélia disse que ligou para a Unimeta três vezes e que não foi atendida para tratar sobre o assunto.

“Liguei lá na Unimeta, mas não fui atendida. Fiquei sabendo por terceiros que talvez a situação seja resolvida na segunda-feira (10), mas não é certeza. Enquanto isso minha filha fica perdendo aulas importantes”.

A reportagem da Folha do Acre entrou em contato com a Unimeta através do número (68) 3302-1515, mas foi informada através de mensagem de voz programada que o atendimento ao público só é aberto a partir das 14h. O espaço se mantém reservado para os devidos esclarecimento da universidade sobre o assunto.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas