Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Opinião

Thiago Caetano: o bom menino descartado por Gladson e que não é páreo para as velhas raposas

Gina Menezes

Publicado

on

O bom moço

Thiago Caetano é um bom menino, daqueles em quem você nota boa vontade, bom senso e boa criação, mas não é um sobrevivente do ambiente político, talvez justamente por ter todas essas qualidades.

Exonerado

Thiago foi exonerado pelo governador Gladson Cameli, o homem que tanto o exaltou. Foi mais um descartado de um governo tão confuso quanto instável.

Correto demais

Thiago além de tecnicamente preparado ele tem o “defeito” de ser correto e ético, qualidades completamente dispensáveis para quem habita no meio político, especificamente no ambiente doentio em que se transformou o PP.

Ele sabe muito

Se quisesse, Thiago teria cartas na manga para barganhar com o governador. Ele sabe muita coisa e participou de muita coisa na campanha que não são lá assim tão bem vistas pelos tribunais.

Não é páreo para as velhas raposas

Thiago Caetano, o bom moço, não é páreo para algumas velhas raposas que estão dentro do PP. Isso não é elogio para ele, mas é indício certo de que se quiser fazer parte da política terá que aprender a se blindar.

O candidato a prefeito será Bestene

Embora Thiago sonhe em disputar a Prefeitura de Rio Branco pelo PP, já ficou claro que a sigla escolheu uma das mais velhas raposas da política, o deputado José Bestene.

Sai Thiago e entra Paulo Ximenes e cia

A exoneração de Thiago Caetano vem um dia após publicação do conselho político de Gladson Cameli formado por Nelson Sales e Paulo Ximenes, entre outras velhas figuras da política.

Fica claro

Fica claro assim que tipo de pessoas Gladson tem preferido a seu lado, que qualidades ele exalta e quais ele rejeita. Talvez seja algo inconsciente, mas isso diz muito sobre ele e este governo.

Querem a exoneração de Lucas Gomes

Segue uma intensa queda de braços nos bastidores para derrubarem outro bom moço, que tem sido um valente na defesa do sistema penitenciário, Lucas Gomes. O jogo é pesado e dificilmente ele vencerá as forças políticas que se opõem a ele.

Não tem dado trégua

Lucas Gomes não tem dado trégua para as facções criminosas que estão dentro dos presídios. Os pavilhões comandados por uma determinada facção segue em greve de fome e ele segue distribuindo comida a quem precisa.

Aleac

A Assembleia Legislativa do Acre tem vivido dias insípidos. Sessões ruins e com quórum mínimo. Os deputados já estão trabalhando menos do que já trabalhavam antes, ou seja, quase nada.

Bom dia a todos

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas