Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Opinião

Como desenvolver o hábito de economizar

Adriano Goncalves

Publicado

on

Quanto dinheiro você já conseguiu economizar ao longo da sua vida? E por que economizar hoje para ter amanhã? Você não poderia apenas se preocupar com o hoje e deixar o amanhã para suas próprias necessidades? De onde vem a ideia do acúmulo? E por que é tão difícil assim economizar?

A maioria de nós já entendeu a necessidade de se guarda parte do que se ganha hoje para usufruir dele amanhã. O que não conseguimos compreender ainda é porque é tão difícil assim economizar. De onde vem então essa ideia?

A resposta está em uma verdade extraordinariamente exposta nos Escritos Bíblicos. O home vivia no paraíso, mas pelo anseio de conhecer, pela vontade “do algo mais”, ele desobedece a Deus, digerindo algo que lhe era proibido até então. Neste exato momento, o ser humano passa a ter “consciência de seu estado”, ele percebeu que estava nu, essa foi então a primeira percepção negativa, “a vergonha de estar nu”, ou seja, pela primeira vez o homem tem a percepção dele como individuo, que se sociabiliza.

Esse é um marco da nossa evolução, ele marca o surgimento da “AUTOCONSCIÊNCIA”, através da autoconsciência nós temos o conhecimento de nossa vulnerabilidade, da morte, de nossas necessidades como individuo socialmente isolado.

Quando o homem descobre que errou, automaticamente surge o desejo de retornar a sua origem, ou seja, estar com Deus. Daí nasce a necessidade de agradar a Deus, nasce então os “sacrifícios”, e é através deles, descobrimos que se renunciarmos a algo hoje, poderemos usufruir de algo muito melhor no futuro.

A “autoconsciência” traz ao homem o conhecimento de quem ele é sem Deus, sua fragilidade, sua mortalidade, consequentemente do FUTURO. Onde poderemos sofrer as consequências de nossa fragilidade e vulnerabilidade? No futuro. Onde podemos passar fome, adoecer? No futuro.

Nasce a renúncia momentânea por um prazer futuro. Mas mesmo que a autoconsciência abre o entendimento do ser humano, o corpo ainda vive, e a ideia de que o prazer imediato pode ser negociado de forma lucrativa, vai contra nossos instintos animais, mais primitivos, esses instintos de satisfação imediata ainda existem em nós, você quer aquela casa agora, você quer aquela viagem para o exterior agora, principalmente naqueles momentos em que você não se sente feliz, aqueles momentos de privação.

Então temos de um lado o instinto animal de satisfação imediata, do outro a autoconsciência dizendo que renunciar a pelo menos parte da satisfação imediata, poderemos ganhar muito mais no futuro. Este é o segredo que distingue os bem sucedidos dos maus sucedidos, aqueles que está no pico da pirâmide, da GRANDE MASSA que formam a base da pirâmide. Os bem sucedidos, adiam a gratificação no presente, para vivenciar algo muito melhor no futuro. Ou seja, OS BEM SUCEDIDOS SACRIFICAM, quanto mais eles sacrificam, mais as coisas melhoram.

Se a maior modelo do mundo, a brasileira Gisele Bündchen, tem aos 39 anos um corpo de 20 é porque ela souber SACRIFICAR. Mas sacrificar o que? A preguiça de malhar, de comer seus doces prediletos.

Tem momentos na nossa vida, em que as coisas não vão bem, parece que o mundo inteiro está contra nós, mas o problema não está no mundo, em uma maldição, o problema está naquilo que nós super valorizamos naquele momento. Você está em desgraça financeira? Isso não é culpa dos outros, nem de Deus, esse é se problema. Em algum momento você inverteu os papéis, SACRIFICANDO o futuro, por aquilo que você desejava no momento. Você permitiu que o seu instinto animal primitivo agisse, você não usou a autoconsciência. Desta forma nós sacrificamos o nosso futuro pelos prazeres do presente, com isso percebemos claramente que o HÁBITO DO SACRIFICIO, não é hábito das massas, dos seres comuns, é o HÁBITO dos semideuses, aqueles que em algum momento de suas vidas, aprenderam a negociar prazeres imediatos por recompensas maiores no futuro. Isso não se refere apenas ao dinheiro, mas a tudo em nossas vidas, essas pessoas aprenderam a negociar um coisa por outra muito melhor no futuro, elas negociam com o “tempo”, renunciando algo que elas teriam direito hoje, por algo que elas querem muito mais no futuro. Os que não são bem sucedidos fazem o contrário, eles trocam algo realmente valoroso no futuro, por um prazer imediato.

Se o mundo em que você vive não é aquele que você quer, é hora de você reavaliar os seus valores. É hora de você SACRIFICAR em troca de algo NOVO NO FUTURO. Desenvolva sempre o hábito da economia, trocando algo imediato no presente, por algo maior no futuro, algo que você deseja tanto ser ou ter.

ADRIANO GONÇALVES
Business, Prosperity Coaching

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas