Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Jovem que teve morte transmitida ao vivo tinha longa ficha policial e ameçou matar criança

Anderson Bodanese

Publicado

on

O jovem Gilmar Gomes de Souza Neto, de 26 anos, que aparece em um vídeo sendo morto a golpes de faca em um matagal nas redondezas de Rio Branco, Capital do Acre, era considerado foragido e tinha um longo histórico de crimes e passagens pela justiça do Acre.

Na fronteira, Gilmar foi preso pelo envolvimento do roubo no pátio do Detran de Brasiléia, foi preso portando uma pistola 9 milímetros no qual vinha fazendo ameaças até contra uma criança de 8 anos, entre outros crimes.

Sua morte foi transmitida por celular por membro de grupos criminosos, o corpo ainda não foi localizado e pode ter sido esquartejado, prática comum entre criminosos faccionados.

Segundo familiares, Gilmar foi sequestrado por um grupo rival e teve imagens divulgadas pedindo socorro até ser morto, provavelmente nesta segunda-feira, dia 10. As autoridades da Capital estariam organizando grupos para tentar localizar o corpo de jovem.

Gilmar seria natural de Brasiléia e entrou para o mundo do crime ainda menor de idade. Seu fim mostrou que o mundo do crime não compensa e a vida pode ser muito curta entre grupos criminosos.

Com informações do site O Alto Acre

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas