Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Geral

Como saber se as pesquisas na internet são confiáveis

Anderson Bodanese

Publicado

on

Realizar pesquisas utilizando a internet pode até parecer uma tarefa simples, mas são necessários certos cuidados para que você não acabe utilizando fontes incorretas. Com o crescimento exponencial das chamadas Fake News, que já enganaram até mesmo o TSE, é necessário que saibamos que nem tudo o que está publicado na rede é confiável. Ou seja, não podemos simplesmente confiar cegamente nos resultados do Google, mas checar dados e fontes a fim de garantir sua veracidade.

Atualmente, existem diversos sites que trabalham com o fact-checking, como é conhecido o confrontamento de histórias com dados, pesquisas e registros. Essa já é uma maneira simples e rápida de verificar a credibilidade de uma informação.

Há, também, o trabalho de especialistas que analisam plataformas, produtos e serviços, alertando o consumidor sobre as armadilhas existentes na internet. Os sites que avaliam lojas virtuais ou o trabalho de corretoras financeiras focadas no mercado FOREX são exemplos já conhecidos dessa realidade.

Diversos serviços já foram apontados como não-confiáveis por esses analistas, já a FBS Corretora é famosa por oferecer produtos de qualidade, conforme mostram as reviews disponibilizadas nessas plataformas.

O recado, aqui, é que o cuidado é sempre um fator essencial quando se está na rede. Precisamos conhecer de onde vem a informação que consumimos e, principalmente, quem é o responsável por ela.

A Wikipédia é uma fonte confiável?

Existe uma série de controvérsias se a Wikipédia pode ou não ser uma fonte confiável, e até mesmo o seu criador já falou sobre o assunto.

A plataforma é uma enciclopédia multilíngue de licença livre, baseado na web e escrita de maneira colaborativa. São justamente essas características que geram desconfianças em muita gente, tendo em vista que os textos ali presentes não contêm determinados elementos que poderiam ser utilizados para verificar sua confiabilidade, como a autoria, por exemplo.

Por outro lado, também não é possível ignorar a relevância de um projeto dessa magnitude, especialmente por seu caráter colaborativo, o que pode tornar as informações ali disponibilizadas mais completas e atualizadas. Existem, até mesmo, estudos que mostram que a Wikipédia é tão confiável quanto a Enciclopédia Britânica.

A solução para a resolução desse impasse pode, contudo, ser solucionado de maneira relativamente simples. A Wikipédia pode, sim, ser uma fonte de informação. Mas não deve ser a única fonte consultada. É necessário confrontar as informações disponibilizadas na plataforma em outros locais.

Além disso, a depender do nível da pesquisa – se for acadêmica, por exemplo – a coisa já muda um pouco de figura. Nesses casos a Wikipédia não pode ser utilizada uma vez que não possui o rigor teórico esperado para trabalhos do gênero. Nesses casos, é possível utilizar o Google Acadêmico, uma ferramenta de pesquisa do Google voltado para trabalhos acadêmicos, literatura escolar, jornais de universidades e artigos variados.

Critérios e indicadores para uma fonte confiável

María Pinto, pesquisadora de Documentação na Universidade de Granada, apresentou em uma de suas pesquisas alguns dos critérios e indicadores que podem ajudá-lo a verificar se determinada fonte é ou não confiável, o que deve ser feito antes de compartilhar a informação.

Autoria: descrição/informação do autor; meio de contato; logotipo da organização.

Atualização: data de criação; data de atualização; informação atual e atualizada; existência de links obsoletos; existência de links incorretos.

Conteúdo: cobertura; exatidão, precisão e rigor; pertinência e objetividade.

Acessibilidade: design compatível com diferentes versões de navegador e resolução de tela; versões alternativas de visualização; ajuda para navegação e compreensão de conteúdo.

Funcionalidade: estrutura lógica (tabela, menu de conteúdo); pertinência e adequação dos títulos das seções; existência do mapa do site com links; sistema de busca de conteúdos próprios.

Navegabilidade: menu de conteúdo, botões de navegação;

Design: elegante, funcional, atrativo; combinação de cores, formas e imagens; tipografia textual adequada; homogeneidade de estilo e formato.

Conselhos rápidos que podem ajudá-lo a verificar suas fontes

  • Não se limite ao primeiro resultado. Pesquise, compare e revise fontes diversas. Utilize a busca avançada.
  • Observe quem escreveu a informação. Busque as credenciais do autor e sua reputação.
  • Analise o conteúdo, verificando se ele é atual, correto e estruturado de maneira lógica e estratégica.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas