Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

Ao lado de caciques do MDB, Roberto Duarte lança sua pré-candidatura e diz que é amigo de Gladson

Anderson Bodanese

Publicado

on

A cúpula do MDB e autoridades convidadas como o senador Sérgio Petecão (PSD) se reuniram na manhã de segunda-feira (10) no auditório da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) para lançar a pré-candidatura do deputado Roberto Duarte a prefeito de Rio Branco.

Tendo ao lado o presidente em exercício do MDB, Vagner Sales, e o senador Marcio Bittar, Roberto Duarte lançou sua pré-candidatura e afirmou que irá dialogar com todos os partidos que elegeram Gladson Cameli (PP) para buscar apoio.

Quanto a ser um dos que mais crítica Gladson Cameli na Aleac, Duarte afirma tratar-se de críticas construtivas para ajudar o Acre a ser cada dia melhor.

“Sou um dos melhores amigos do governador Gladson porque não sou daqueles que bate no ombro e diz que está tudo certo, eu vou lá e digo o que está errado, o que não está funcionando”, diz ao justificar buscar apoio junto ao grupo que elegeu Cameli.

Duarte afirmou ainda que toda disputa miúda entre a oposição tem que ser posta de lado para que juntos possam impedir da esquerda continuar na Prefeitura de Rio Branco.

“Não podemos permitir que está esquerda, principalmente a genética, continue na prefeitura”, diz.

O pré-candidato fez uma rápida leitura de uma carta de intenções e agradeceu a todos os presentes.

Vagner Sales, presidente de honra do partido, afirmou que o MDB tem a maior bancada de parlamentares do país e que buscará a vitória para que Roberto Duarte seja eleito prefeito de Rio Branco.

“É hora de lutar para eleger Duarte prefeito de Rio Branco, bem como nos demais municípios”, disse.

Márcio Bittar, senador da República pelo MDB/Acre, afirma que defende a pré-candidatura de Duarte há anos por ver nele potencial.

“Vamos ajudar e ele vai poder contar conosco para construir uma Rio Branco melhor”, diz.

O presidente da Aleac, Nicolau Júnior (PP), disse que Duarte é um político promissor. “Temos que avaliar os nomes e na hora certa, escolher o melhor. Política é conversa”, frisou.

Jéssica Sales, deputada federal pelo MDB, foi enfática ao dizer que a sigla vai “atropelar” nessas eleições municipais. Para ela, o partido vai fazer a maioria dos prefeitos nos demais municípios.

“Na hora certa nossos soldados estarão nas ruas para fazer de Roberto, eleito, pois é o mais preparado para a região”, garantiu.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas