Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Política

“Não tem como fechar os olhos para toda essa violência”, diz Lene Petecão

Anderson Bodanese

Publicado

on

Os problemas na Segurança Pública do Estado voltou a ganhar destaque nos debates da Câmara de Rio Branco na sessão de quinta-feira, 6. A vereadora Lene Petecão (PSD), presidente em exercício no parlamento municipal, voltou a lamentar a morte do subtenente Amarildo Carneiro, baleado na última segunda-feira, 3, durante uma tentativa de assalto.

“Confesso que ainda estou chocada com a morte do Amarildo. Tem sido uma comoção em toda a cidade. Estive no velório, todos muito tristes com o ocorrido. Mais um homem de bem morto por essa violência desenfreada em Rio Branco, aliás, em todo o Estado”, disse a vereadora ao citar ainda a declaração de uma policial, em entrevista a site local, na qual afirmou que policiais estão sendo abatidos e a cúpula de Segurança não tem agido.

“Fico triste em uma declaração. Não pela policial, mas por ver que os policiais estão clamando também por segurança. A policial veio até a imprensa para alertar que policiais estão sendo abatidos e ninguém tem feito nada. Já é tempo do governo agir. O tempo ruge.  Não tem como fechar os olhos para toda essa violência”, finalizou. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas