Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Opinião

‘Guerra fria’ entre Petecão e Gladson Cameli antecipa as eleições de 2022

Coluna da Gina

Publicado

on

Guerra fria

Não bastasse os grupos de WhatsApp dos defensores do governador Gladson Cameli (PP) e do senador Sérgio Petecão travarem batalhas épicas e marcadas por palavras de baixo calão, agora o próprio senador anda dando declarações que deixam Cameli desconfortável e descortinam a ‘guerra fria’ pela sucessão governamental.

Petecão e as declarações do secretário Paulo Cézar

Enquanto Gladson se reúne com o ministro da Justiça, Sério Moro, e pede apoio nas fronteiras para conter a violência e posa sorridente ao lado do todo poderoso ministro, Petecão fez questão de pedir desculpas por uma declaração do secretário de Segurança do governo do Acre, Paulo Cézar, que com certeza Moro sequer tinha ciência.

Constrangimento desnecessário

Ou seja, Petecão causou constrangimento ao governador ao pedir desculpas por Paulo Cézar ter afirmado em entrevista coletiva que esta história de reforço da Força Nacional não passava de falácia. Tirou-se a cortina e viu-se o muro da ‘guerra fria’ travada nos bastidores da política acreana.

Não é de hoje

Não é de hoje que os grupos aliados dos dois políticos travam batalha de bastidores, mas a última declaração do próprio senador está trazendo luz sobre tudo isso.

Petecão x Cameli

Se até 2022 a esfacelada ex-toda poderosa Frente Popular do Acre não tiver traçado uma boa estratégia a competição se dará entre Petecão e Gladson Cameli. O famoso ‘fogo amigo’ já pontilha esta inexorável realidade.

Quase meio milhão de reais por horas voadas do jatinho de Cameli

O governado do Acre pagou por 5 meses de uso do jatinho do Gladson a bagatela de meio milhão de reais à empresa Manaus Aero Táxi Participações Ltda.

R$ 18 mil reais a hora

O aluguel do jatinho de luxo custa R$ 18 mil reais por hora voada e meio milhão de reais por cinco meses.

Assim dizem

O luxuoso jatinho tem sido usado em diversas viagens pelos membros do governo, ou em deslocamentos de terceiros, como casos emergenciais de doentes, é o que garante a assessoria do governador.

Dava para muito TFD

Porém, segundo uma fonte desta coluna, a saúde havia gasto até novembro de 2019 R$ 2 milhões em passagem comercial aérea de Cruzeiro do Sul para Rio Branco com Tratamento Fora de Domicílio. E o governador gasta 1/4 disto em 5 meses? Dava para fazer muito TFD, não é?

Aleac e as falácias

Os deputados devem iniciar a sessão desta quarta-feira (5) falando sobre a violência que tomou conta do Acre e será mais uma discussão improdutiva, pois ninguém resolve nada.

Lamentamos

Esta coluna lamenta a morte do subtenente da reserva, Amarildo Carneiro, que veio a óbito na manhã de quarta-feira (5) após ser baleado na segunda-feira (3) em uma tentativa de assalto no conjunto Xavier Maia.

Não é só bandido se matando

A morte do subtenente Amarildo pode servir de reflexão para o comandante da PM, coronel Ulysses Araújo, e o secretário de Segurança do Estado, também coronel Paulo Cézar, que ao tentarem amenizar a violência no Acre adotaram o raso discurso de que são apenas bandidos se matando entre si. O subtenente não era bandido.

Bom dia a todos

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas