Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Cotidiano

Morador de rua não larga seus livros enquanto pede ajuda na UPA e rodoviária

Anderson Bodanese

Publicado

on

A foto de um morador de rua de Rio Branco chamou atenção na manhã desta quarta-feira (22). Ele foi fotografado com livros na mão no hall de entrada da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito da capital acreana.

De acordo com informações do rio-branquense Carlos Cavalcante, o morador de rua é refugiado e desde que chegou ao Acre se mantém com ajuda de doações nas ruas da capital. Um detalhe chama atenção no homem alto, negro e cabelos rastafari: ele nunca larga seus livros que carrega durante suas peregrinações em busca de dinheiro para comer.

“Ele é refugiado, o sonho dele é voltar pra sua cidade rever os familiares. Ele me disse que o Brasil não dá uma oportunidade pra ele trabalhar, pois ele não tem certificado, mas é dono de uma experiência incomparável, só basta dar oportunidade”, conta Carlos.

O jovem que conversou com o morador de rua relata que o homem largou a vida em seu país para vir ao Brasil a procura de novas oportundidades.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas