Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Cruzeiro do Sul

Rio Juruá transborda em Cruzeiro do Sul e já atinge duas mil casas

Anderson Bodanese

Publicado

on

O Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul, interior do Acre, atingiu a cota de transbordo no início da noite desta segunda-feira (6). O rio marcou 13 metros e já atinge duas mil casas em seis bairros da cidade.

Mesmo com o nível elevado, a Defesa Civil municipal informou que ainda não há desabrigados na região. Não há também informações de pessoas desalojadas, que saem de casa por conta própria e vão para residência de parentes.

“Ainda está bastante tranquilo porque só vamos ter problemas quando o rio fica 35 centímetros acima da cota de transbordamento. Nesses últimos anos retiramos a maior parte das famílias que moravam nos locais mais baixos e a situação ficou mais tranquila”, ressaltou o coordenador da Defesa Civil na cidade, José Lima.

Mesmo com a quantidade de casas atingidas pelas águas, o coordenador acrescentou que as residências são elevadas, o que dificulta a água entrar no local. Ele falou também que não foi necessário desligar a energia elétrica de nenhuma das residências.

“Ficam em casa, não há motivo para grandes preocupações. Temos seis bairros atingidos, são eles: bairro da Vázea, do Miritizal, Lagoa, Olivença, Estirão do Remanso e Comunidade Boca do Môa. Estamos monitorando e em alerta máxima porque ultrapassamos a cota de transbordamento”, frisou.

Rio Acre

Em Rio Branco, o Rio Acre está a quatro centímetros da cota de alerta, que é 13,50 metros. O major Cláudio Falcão, da assessoria do Corpo de Bombeiros, explicou que a cota de alerta deve ser atingida ainda nesta segunda.

“Registramos uma pequena vazante em Assis Brasil, que não é uma boa notícia para nós porque vazando lá acaba chegando aqui também. Temos elevação nos demais municípios. Se permanecer nessa elevação vamos atingir a cota de alerta ainda hoje”, reafirmou.

No interior, o Rio Acre aumentou de nível em Brasileia, que marcou 10,55 metros às 15h e subiu para 10,68 metros às 18h. O manancial na cidade já está acima da cota de alerta, que é 9,80 metros.

Situação semelhante foi registrada no Riozinho do Rola, que deságua no Rio Acre, e em Capixaba, onde os mananciais subiram de 10,78 metros para 10,86 metros e de 12,21 metros para 12,21 metros, respectivamente.

Já em Assis Brasil o Rio Acre apresentou vazante. Ele baixou de 8,51 metros, na medição das 15h, para 7,99 metros às 18h. O Rio Espalha, que também tem influência no Rio Acre, subiu um centímetro, de 8,86 metros para 8,85 metros.

“É um momento delicado, de alerta e preparação para uma possível cheia e transbordamento do Rio Acre em Rio Branco”, concluiu.

G1

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas