Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Polícia

Em 48 horas, três pessoas são mortas e outras duas esfaqueadas e baleadas em Rio Branco 

Anderson Bodanese

Publicado

on

Nas últimas 48 horas, três homicídios e duas tentativas foram registrados em Rio Branco. Para tentar diminuir os números, a Polícia Militar deflagrou uma operação nos bairros do Segundo Distrito da capital acreana. A ação começou na sexta-feira (3).

Na sexta, a Cidade do Povo registrou duas das três execuções. Felipe Ramon Lima, de 22 anos, teve a casa invadida por três homens e foi morto com ao menos 15 tiros, e Rosenilda Oliveira da Silva também teve a residência tomada e foi executada com quatro tiros.

Amanda Silva Barbosa, de 17 anos, foi a primeira vítima de morte violenta do ano de 2020. Ela foi morta a tiros e golpes de faca no primeiro dia do ano, no bairro Santa Inês, região do Segundo Distrito de Rio Branco. Amanda levou ao menos dois tiros e 12 facadas. 

Tentativas de homicídios

Ainda na sexta, André Suenden da Silva, de 35 anos, foi ferido com três facadas e levou um golpe de ripa na cabeça, no bairro Chico Mendes, em Rio Branco.

Informações dão conta que André estava bebendo na companhia de dois amigos, quando ocorreu um desentendimento e a vítima entrou em luta corporal com os dois homens.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que esteve no local, prestou os primeiros atendimentos e encaminhou André ao Pronto Socorro de Rio Branco, em estado de saúde grave.

Já Romário Vieira Magalhães, de 28 anos, foi ferido com um tiro no abdômen. O crime aconteceu no bairro Recanto dos Buritis, no segundo distrito de Rio Branco.

O suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e prestou os primeiros socorros a vítima e em seguida o conduziu em estado de saúde grave ao Pronto Socorro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas