Connect with us

Rio Branco, Acre,

 

Geral

Pais do 1º bebê a nascer em Rio Branco em 2020 achavam que teriam uma menina: ‘quase caí pra trás’

Anderson Bodanese

Publicado

on

O pequeno Israel foi a primeira criança a nascer em 2020 na capital acreana e já surpreendeu os pais. Adson Damasceno, de 33 anos, e Rosekelly Cristina, de 32, esperavam a chegada da Aimêe, já que, segundo eles, durante o pré-natal as ultrassons indicavam que o bebê era do sexo feminino. Mas, para a surpresa de todos, nasceu o pequeno Israel com 3,450 quilos.

E o pai conta que essa não foi a primeira surpresa que o filho deu. “Ele estava previsto para nascer no domingo [5], mas passamos a virada do ano na nossa igreja e, após o culto, a gente foi pra casa da minha mãe e minha mulher foi ao banheiro e disse que a bolsa tinha estourado”, conta.

Logo os dois se encaminharam para a Maternidade Bárbara Heliodora e, às 3h45, o neném nasceu de uma cesárea.

“Foram feitas três ultrassons e marcavam que era uma menina. O enxoval todo foi feito pra menina. Agora estamos tentando nos virar com o que temos aqui. Foi muita surpresa, acompanhei o parto, quando o médico tirou o bebê, já olhei e vi que não era menina. Quase caí pra trás, fiquei sem chão na hora, mas agora é agradecer a Deus, é só gratidão”, conta o pai já bem-humorado.

A mulher continua internada na maternidade tendo os cuidados pós-parto. Israel é o terceiro filho do casal que está junto há 10 anos. Mais aliviado e depois do susto, o pai conta que vê toda a confusão de forma leve.

O nome masculino era um dos preferidos do casal, caso tivessem menino, mas foi deixado de lado quando os exames atestaram que viria uma menina. Assim ficou fácil dar o nome ao bebê, mesmo sendo pegos de surpresa.

“A gente esperava pra domingo, ele se antecipou pra chegar na virada. Depois, a gente achava que era uma menina e ele veio menino. Ele já chegou, chegando”, brinca.

G1

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas